32º Prêmio Design Museu da Casa Brasileira

  • Anualmente, é realizado o Prêmio Design Museu da Casa Brasileira, uma premiação voltada para design de produtos. Para divulgá-lo, o museu promove um concurso de cartazes, cujo escolhido desenvolve também a identidade da premiação. O concurso conta com participações de todo o país; dentre 424 inscritos, nosso cartaz foi selecionado entre os 10 finalistas* da 32ª edição.

    O plástico bolha foi utilizado como suporte para o cartaz. Este material simboliza um objeto de reflexão sobre os atuais modos de consumo, carregando consigo a trajetória desde a produção ao descarte, além de levantar questões como alto nível de industrialização e automatização. A solução gráfica foi criar uma repetição com os blocos de informação, que se estendem pelo rolo de plástico bolha, e fazem referência a um processo industrial. E então, os cartazes são formados a partir de cortes seccionados pelo rolo, gerando diferentes composições.

    Nossa proposta foi utilizar o próprio cartaz como elemento comunicador nos desdobramentos gráficos, envolvendo, embrulhando, juntando-se a objetos e ambientes, criando uma relação direta em que passam a ser parte da identidade.

    *A comissão julgadora desta edição foi composta por Gal Oppido, Flávia Nalon, Chico Homem de Melo, Luís Bueno e Gabriel Ribeiro.


    Annually, The MCB Design Prize takes place, a Brazilian award dedicated to product design. To announce it, the museum promotes a poster contest, in which the selected work also develops the award's visual identity. The contest became very popular within the country, and counts with hundreds of inscriptions every year. At its 32nd edition, our poster was selected as one of the 10 finalists, between other 424 inscriptions*.

    Bubble wrap was used as medium for the poster. It is a material that represents the current consuming habits and methods, and carries within the route from production to disposal; and also proposes a reflection about high level of industrialization and automatization. The graphic solution was to make reference to the industrial process, creating a pattern from the information blocks, that extends through the bubble wrap roll. Then, the posters are made by cutting sections all over this roll, which creates different compositions.

    Our proposal was to use the posters as the main element for communication through the applications, wrapped and tied together to the objects and ambience, creating a direct relation with them, that becomes part of the identity.

    *This edition, the judging committee was composed by Gal Oppido, Flávia Nalon, Chico Homem de Melo, Luís Bueno and Gabriel Ribeiro.