Noize




  • Noize Filmes


    Sistema de identidade visual para produtora de filmes com sede em São Paulo - SP. Uma empresa com 02 anos de atuação no mercado e que oferece além do serviço de produção audiovisual, o planejamento de estratégias e levantamento de métricas – do storytelling ao motion graphics e visual content. Assim, o objetivo deste projeto foi criar uma linguagem moderna, atraente e madura para uma nova fase de expansão da empresa, atingindo desde o público contemporâneo, focado em inovação, ao público tradicional, que busca técnica e funcionalidade. Ambos interessados em ampliar a comunicação dos seus negócios através da criação de filmes.

    Noize é uma variação da palavra “noise” do inglês. Significa "ruído", é utilizado normalmente para descrever interferências sonoras, porém também pode ser associado à interferências visuais, indicando uma falha, erro de codificação ou distorção da imagem. Noize também pode ser compreendido como confusão visual, algo “fora do lugar” ou que “não deveria estar alí”.

    A pesquisa que originou este trabalho buscou referências desde o surrealismo ao cinema japonês antigo; do glitch art ao traço manual e espontâneo; de fotografias da chegada do homem na lua à retratos sombrios associadas a deepweb. O ponto em comum é justamente o estranhamento que causam no espectador. O ruído em meio ao vazio.  






    Moodboard
  • Tendo um mapeamento das referências visuais que deveriam nortear o trabalho, o próximo passo foi criar uma linguagem visual que representasse de maneira subjetiva estas ideias. Para isso foi criado um símbolo que tanto representa a área de atuação da empresa, quanto traz as imperfeições (ruídos) do traçado manual e solto. 



  • Para o logotipo, foi desenhado um alfabeto que remete aos letterings encontrados na estética punk, intensificando a ideia proposta pelo símbolo, um traçado manual riscado, quase sem curvas.







  • Serigrafia
    Tiago RibeiroSociedade da Prensa



    –––––


     
    Duna. Design em movimento.